quarta-feira, 13 de julho de 2016

LZ: Cai acusação de plágio

 
Recém-inocentado da uma acusação de plágio na clássica "Stairway to Heaven", o vocalista Robert Plant, do Led Zeppelin, descreveu todo o processo pelo qual passou ao lado dos antigos companheiros como uma "insanidade" e "perda de tempo".

No mês passado, ele, o guitarrista Jimmy Page e o baixista John Paul Jones tiveram de comparecer a um tribunal de Los Angeles para prestar depoimento sobre as similaridades da música, lançada em 1971, com a faixa "Taurus", editada pelo grupo americano Spirit três anos antes.

Segundo a decisão do júri, que inocentou o Led, o advogado do Spirit não conseguiu apresentar provas suficientes de que Plant e companhia tenham copiado o trabalho de Randy California, ex-vocalista e compositor do grupo, morto em 1997.

"Foi uma loucura, uma insanidade, uma tremenda perda de tempo. Existem doze notas fundamentais na música ocidental, e você se dedica a movê-las. Não precisávamos ter chegado aos tribunais, mas era nossa música", disse Plant em entrevista ao jornal "El País".

O vocalista, que atualmente está em turnê solo na Espanha, afirmou ainda que, mesmo com as várias outras acusações de plágio que sofreu com o Led Zeppelin ao longo da carreira algumas resolvidas por meio de acordos informais, nunca imaginou que um dia teria de depor em um tribunal.

  
"Falei com o Jimmy [Page, coautor da música] e dissemos: 'Vamos enfrentá-los'. Se você não defender seus direitos, o que vai fazer? Nunca imagina que vai passar por isso. Você se senta de um lado da colina, olha as montanhas, escreve uma música e 45 anos depois saem com essa. Deus do céu!"

Entre outros assuntos, o vocalista também comentou na entrevista ao "El País" pobre as possibilidades da era da internet, frisando que não se importa com a pirataria.

"Faz parte de como tudo está se abrindo. Adoro o desconhecido e a Internet ajuda porque permite descobrir coisas que você não vai ouvir no rádio nem na mídia internacional; música dark, muito bonita, que você não vai escrever porque é 'underground', e aí começou o Led Zeppelin. A pirataria não é o fim do mundo", afirmou.

0 comentários:

Postar um comentário