sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Desemprego cresce e salário de admissão cai

 
Do G1, em São Paulo

As empresas brasileiras estão pagando menos aos profissionais recém-contratados. Segundo levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, o salário médio de admissão caiu 2% em junho na comparação com o mês anterior, já descontada a inflação. O resultado é o segundo pior em 11 anos. Só o resultado de fevereiro foi pior, com queda de 2,1%.


Variação do salário médio de admissão (Foto: Reprodução/Fipe)

A Fipe também projetou que o desemprego deve ficar em 7% em julho, nas seis regiões metropolitanas acompanhadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em junho, essa taxa ficou em 6,9% – a maior desde 2010. O dado de julho será divulgado pelo IBGE no próximo dia 20.

Na comparação com julho do ano passado, a projeção mostra um aumento 2,1 pontos percentuais na taxa de desemprego. Com exceção de junho de 2015, esse seria o maior crescimento da taxa de desemprego no período de 12 meses em toda a série histórica da PME, diz a Fipe.
.

0 comentários:

Postar um comentário