terça-feira, 1 de julho de 2014

Penhora de imóveis afeta fundo imobiliário





SÃO PAULO – Os fundos imobiliários CSHG Recebíveis Imobiliários (HGCR11) , CSHG Brasil Shopping (HGBS11) e CSHG Real Estate (HGRE11) anunciaram ao mercado nesta quinta-feira (5) que alguns CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) que fazem parte dos fundos podem ser afetados pela possível penhora de imóveis e de alugueis que figuram como garantia da aplicação. Os CRIs foram emitidos pela Gaia Securitizadora e garantidos pelo fluxo de recebimento de alugueis do Shopping Goiabeiras, localizado em Cuiabá (MT) e pela alienação fiduciária do shopping.


Segundo o comunicado, a empresa que antecedeu a atual proprietária desses imóveis é ré em processos judiciais movidos por credores que solicitaram a penhora. Os mandatos de penhora já foram emitidos. “A despeito de a devedora não ser mais a proprietária do imóvel, no curso de um dos processos foram emitidos mandados de penhora que tem por objeto o Shopping e os alugueis que constituem as garantias dos CRI s adquiridos pelo fundo”, diz o comunicado do CSHG.

De acordo com a gestora, se as penhoras forem efetivadas, o fluxo do pagamento dos CRIs e suas garantias poderao ser afetados negativamente.

“A Gaia Securitizadora S.A., na qualidade de emissora dos referidos CRI s, esta dando inicio as medidas judiciais que entende cabíveis para resguardar os créditos e direitos a eles vinculados; inclusive em relação a alienação fiduciária dos imóveis, sendo certo que a Administradora esta acompanhando ativamente os procedimentos adotados pela securitizadora, em defesa dos interesses do Fundo e seus cotistas”, conclui o documento.


0 comentários:

Postar um comentário