quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Reclamações contra construtoras crescem 31%, diz associação

 
20/08/2012 - 19h22

DE SÃO PAULO


A Amspa (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências) aponta que o número de reclamações referentes a imóveis comprados na planta aumentou 31% na cidade de São Paulo no primeiro semestre deste ano ante o mesmo período em 2011.

No período, 1.163 compradores de imóveis procuraram a entidade em razão de queixas contra as construtoras, segundo dados divulgados hoje (20). As principais reclamações foram por atraso na entrega da obra, vícios ou defeitos de construção e taxas abusivas.

No mesmo período, as reclamações contra os bancos atingiram 526 casos. As queixas por desacordo no financiamento atingiram apresentaram uma elevação de 35%.

Segundo a associação, 46,4% reclamações resultaram na abertura de ação na Justiça.

DESACELERAÇÃO

O aumento no número de reclamações aconteceu num momento de queda no número de lançamentos. Segundo dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio) divulgados no último dia 8/8, o volume de lançamentos residenciais na cidade de São Paulo foi 37,2% menor no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado.

Mais informações.

0 comentários:

Postar um comentário