quarta-feira, 23 de março de 2011

MST indenizará Oscar Maroni

23/03/2011 - 11h14

MST é condenado a pagar indenização para Oscar Maroni

TATHIANA BARBAR
DE SÃO PAULO

A 4ª Vara Cível de Araçatuba (SP) condenou integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) a pagarem uma indenização de R$ 142.419,78 ao empresário Oscar Maroni pela invasão da fazenda Santa Cecília, em setembro de 2009.
Maroni é conhecido por ser dono da boate Bahamas, fechada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Na ocasião da invasão, os sem-terra disseram ter ocupado o local porque a propriedade seria improdutiva.

A fazenda Santa Cecília tem 1.680 hectares; sem-terra dizem ter ocupado porque a propriedade seria improdutiva
A fazenda Santa Cecília tem 1.684 hectares; sem-terra dizem ter ocupado porque a propriedade seria improdutiva

Maroni, no entanto, afirmou à reportagem que a fazenda produz "de 10 a 12 mil quilos de carne bovina a cada 24 horas".

À época da invasão, o juiz determinou que o MST desocupasse o local em 24 horas e ficasse a uma distância mínima de 10 quilômetros da fazenda sob pena de pagamento de multa diária de R$ 5.000. 
OUTRO LADO

Procurado pela reportagem, o MST afirma que a decisão do juiz faz parte do processo de criminalização dos movimentos sociais pelos setores conservadores do Poder Judiciário.

"Esclarecemos que essa ocupação não foi organizada por militantes do MST, mas de outro movimento de trabalhadores sem terra. Apesar disso, a multa é dirigida a militantes do nosso movimento. Por isso, a ação não terá sustentação nas instâncias superiores."

0 comentários:

Postar um comentário