quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Anac muda regra para embarque de bebês

FOLHA DE S. PAULO - COTIDIANO



Passageiros de voos nacionais e internacionais que viajam com bebês de colo têm encontrado novas regras desde ontem nos aeroportos de todo o país.

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) determinou que os bebês terão que ser retirados dos carrinhos para passar individualmente pelo detector de metais.

Eles também não poderão ser simplesmente carregados no colo. Terão que ser examinados pelo equipamento longe do corpo do adulto. 

O passageiro terá de esticar os braços ao passar com o recém-nascido pelo detector. O carrinho terá ainda que ser dobrado e colocado na esteira, para passar pelo equipamento de raio-X.

Essas práticas, nem sempre exigidas, terão que ser seguidas agora de forma uniforme, em todos os aeroportos brasileiros, diz a agência. A lista também engloba outras medidas. Todas, na visão da agência, visam diminuir burocracias, simplificar o processo e agilizar o embarque dentro dos padrões de segurança internacionais.
 
OUTRAS MEDIDAS

Segundo a Anac, não será necessário, por exemplo, tirar o laptop da mochila e mostrá-lo para o agente em todas as viagens-prática constante nos aeroportos.

Também não será obrigatória a retirada de casacos ou de sapatos no momento do embarque -isso acontecerá apenas quando o agente tiver dúvidas e quiser comprovar se o passageiro carrega ou não algum item proibido.

Todas as ações de vistoria de passageiros em aeroportos é supervisionada pela Polícia Federal. O objetivo de todas as medidas, diz o órgão, é evitar que armas e explosivos subam a bordo.

Outra determinação da Anac divulgada ontem indica que a agência vai começar um levantamento sobre os riscos que existem nos aeroportos em relação aos chamados "atos ilícitos". Enquanto o estudo não é concluído, medidas de gerenciamento de risco serão tomadas apenas em aeroportos das principais capitais.

(EDUARDO GERAQUE E FERNANDA BASSETTE)

0 comentários:

Postar um comentário